Notícias

Influenciador digital Arthur Mancini visita comunidade da zona sul de SP e distribui gratuitamente autotestes para HIV

Uma ação social sobre a conscientização do diagnóstico precoce de HIV foi realizada na semana passada na Comunidade Muriçoca, no Jardim Aracati, zona sul de S. Paulo, onde o influenciador digital Arthur Mancini, sensível à causa LGBTQIA+, entregou 200 autotestes de HIV (saliva), da marca OraQuick, fabricado pela empresa norte-americana OraSure.

Neste evento, que contou com a participação da ONG ANDDDES,  Mancini não só distribuiu os testes, como também, demonstrou seu funcionamento, além de transmitir informações a respeito de prevenção combinada. Aliás, ações semelhantes com o OraQuick fizeram parte de uma campanha mais ampla que distribuiu um total de 3 mil testes durante três dias em diferentes partes da cidade de São Paulo.

O autoteste OraQuick é considerado um avanço no diagnóstico de HIV, uma vez que é realizada a coleta por fluido oral (saliva) no local onde a pessoa desejar e o resultado fica pronto em apenas 15 minutos. Além disso, o autoteste pode ser encontrado em farmácias e pontos de distribuição, além da própria internet, em sites especializados.

De acordo com a opinião do influenciador, a visita à comunidade teve uma excelente acolhida por parte da comunidade. “Muitas pessoas na comunidade nunca tiveram acesso a estas informações, além de nunca terem se testado contra o HIV. Foi emocionante e surpreendente a forma como fui recebido”, concluiu Mancini.

“O teste certo, na hora certa, no local certo, para a pessoa certa” – o que parece um mantra para Carlos Eduardo Gouvêa, presidente executivo da CBDL – Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial, faz todo o sentido quando se trata de levar a informação a quem dela precisa. “De acordo com recente pesquisa da CBDL em conjunto com a SBPC sobre hábitos de saúde durante a pandemia, muitas pessoas deixaram de se consultar ou realizar exames – mesmo aqueles rotineiros para doenças crônicas. Para doenças em que a informação precoce e precisa, como no caso da infecção pelo HIV, pode levar a uma terapia eficaz, faz toda a diferença se pessoa puder, por conta própria, buscar tal informação, como no caso do autoteste de HIV. Iniciativas como esta do influenciador Arthur Mancini merecem os nossos aplausos, uma vez que promovem o acesso à saúde e informação a quem mais precisa”, concluiu Gouvêa. (Com informações da Oficina de Mídia – 18.06.21)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whitebook of Brazilian laboratory diagnosis

Download here!

Livro Branco

Faça o download abaixo!