Uma nota técnica que disponibiliza orientações sobre os testes rápidos, do tipo ensaios imunocromatográficos, para a detecção de casos do novo coronavírus, acaba de ser expedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Nota Técnica (NT) 7/2021 – que substitui a Nota Técnica 97/2020 -,  é direcionada  às farmácias e serviços de saúde públicos e privados, que contam com autorização para realizar os exames. O documento aborda a execução de testes rápidos, e recomenda a utilização dos testes de antígeno, do tipo RT-PCR e TR-Ag, para o diagnóstico da doença.

A NT informa ainda a não recomendação de TR-AC (Teste Rápido de Anticorpos) para diagnosticar a Covid, visto que os seus resultados não podem ser usados isoladamente para recomendar, por exemplo, a volta ao trabalho. (Com informações da Ascom/Anvisa – 12.01.21)