No começo do mês de maio, a DASA, por intermédio da rede carioca Sérgio Franco Medicina Diagnóstica, lançou o Karius, teste genético inédito no Brasil para o diagnóstico de doenças infecciosas. 

O exame é capaz de identificar os genes de mais de mil tipos de patógenos pelo plasma sanguíneo (diferente da análise tradicional feita com o isolamento de DNA) e o resultado fica pronto em até 48 horas.

“É um teste que muda completamente como trabalhamos o diagnóstico de doenças infecciosas hoje”, comentou José Levi, consultor de Genética Dasa/GeneOne .

O Kairus não atua apenas no diagnóstico de infecções graves, mas também em tratamento de câncer e até transplantados, já que pode apontar, com bastante antecedência, se haverá rejeição de algum órgão. 

O teste, que é exclusivo da DASA na América Latina, atualmente é coletado no Brasil e enviado aos Estados Unidos. No entanto, a transferência de tecnologia para que a operação se torne nacional está prevista para o fim do ano.

Segundo Gustavo Campana, diretor médico da DASA, o objetivo primordial é prestar suporte ao médico com a adesão desta tecnologia com a finalidade de uma melhor tomada de decisão. “Isso é muito novo, por isso sempre tentamos disponibilizar esse conhecimento, através de publicações e rodada de eventos. Estamos compartilhando experiências para ajudar o médico no que pedir e como interpretar o laudo. É um suporte que oferecemos para o médico se sentir confortável em trazer esse tipo de tecnologia para a sua rotina”, concluiu. (Com informações do Saúde Business – 6.5.19)