Aconteceu nesta segunda-feira, 24 de setembro, em Brasília, reunião convocada pela Anvisa para tratar da Cooperação Regulatória entre Brasil – Japão e Brasil – Coreia do Sul.

O objetivo do encontro foi apresentar as ações de cooperação regulatória existentes entre a Anvisa e suas congêneres nos dois países e explorar o interesse das Associações de Medicamentos e de Dispositivos Médicos brasileiras em se engajarem em ações de aproximação regulatória, com potencial impacto comercial.

A consultora técnica da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial, CBDL, Dhalia Gutemberg representou a entidade no evento, que contou com a presença de outras associações, da Assessoria Internacional e representantes da DIARE, além de representantes da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, Apex-Brasil.

Também foi incluído na pauta da reunião, tópicos relevantes sobre o sistema de saúde de cada país, sobre o sistema de reembolso e incorporação de tecnologia, visando informações que auxiliem na avaliação de conveniência e oportunidade de realizar parcerias entre empresas que atuam no Brasil com as que atuam no Japão ou na Coreia do Sul.

Após as apresentações, algumas propostas foram encaminhadas. Entre elas:

– Até o dia 5 de outubro, as associações responderão à Anvisa quanto ao interesse em participar e enviar representante para as atividades tanto na Coreia, quanto no Japão;

– No mesmo prazo, deverão indicar se há interesse específico em produtos, nichos ou até mesmo empresas para orientar o agendamento de reuniões pela APEX com empresas japonesas ou coreanas;

– Caso identifiquem tópicos, além dos aspectos regulatórios, que sejam benéficos tanto para o estabelecimento de parcerias entre empresas dos países envolvidos, bem como para orientar avaliação de interesse em acessar o mercado japonês ou coreano, enviar esses tópicos na maior brevidade possível.

– Por fim, a Anvisa, em parceria com a APEX, vão avaliar as manifestações recebidas e  retomar o diálogo para fechar a pauta da missão e a agenda do seminário em questão. (Com informações da consultoria técnica da CBDL e da assessoria de imprensa da Anvisa e da Assessoria em Assuntos Internacionais, AINTE – 26.9.18)