Com o lançamento do kit, que conta com uma das maiores sensibilidades do mercado, a QIAGEN, empresa associada à CBDL, traz aos laboratórios brasileiros mais uma opção no monitoramento de resposta a tratamento de pacientes diagnosticados com Leucemia Mieloide Crônica.

O kit, desenvolvido pela QIAGEN, líder mundial em soluções da amostra à descoberta para diagnóstico molecular, é pronto para uso, e conta com todos os reagentes necessários à detecção quantitativa dos transcritos de fusão BCR-ABL1 Mbcr no RNA total, com reporte na escala internacional e medida da resposta molecular MMR, MR4 e MR4.5.

Por meio de PCR real-time no equipamento Rotor-Gene® Q 5plex HRM, oferece performance comprovada e altos níveis de especificidade e reprodutibilidade, e foi otimizado para máxima sensibilidade, alcançada com limite de detecção de 0,0031% (3,13 CNMbcr com ABL1CN = 100.000).

Os conjuntos de primers e sondas são projetados de acordo com as recomendações da Europe Against Cancer (EAC). O kit também inclui um calibrador IS-MMR que permite a conversão de resultados na Escala Internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para medição precisa da resposta molecular, resposta molecular principal (MMR) e MR4.5 de acordo com as recomendações atualizadas para gerenciamento de Leucemia Mieloide Crônica, também chamada resposta molecular profunda (DMR).O calibrador IS-MMR é incluído em todas as corridas para evitar variações intra e interlaboratoriais. Também são incluídos RNA de controle positivo alto e baixo para monitorar as etapas de transcrição reversa e amplificação de ABL1 e BCR-ABL1 Mbcr durante a quantificação.

O kit ipsogen BCR-ABL1 Mbcr RGQ RT-PCR faz parte do grupo de soluções ipsogen para detecção de biomarcadores relevantes na pesquisa e diagnóstico em oncohematologia, e em conjunto com os produtos therascreen para câncer de tecidos sólidos compõe um compreensivo menu de opções em medicina personalizada. (Com informações da Qiagen – 13.07.20)