Notícias

Testes genéticos podem auxiliar no desenvolvimento de novos fármacos para ansiedade e depressão

A utilização da farmacogenômica para psiquiatria será tema do 52º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, no dia 25 de setembro, em Florianópolis, Santa Catarina.

A disciplina analisa os aspectos genéticos do paciente na resposta aos fármacos.  “Através de exames laboratoriais é possível que o médico rastreie o efeito da medicação no organismo do paciente, auxiliando o ajuste da dosagem e proporcionando uma terapia absolutamente personalizada para pacientes psiquiátricos, beneficiando milhares de pessoas diagnosticadas principalmente com depressão e ansiedade”, comentou a especialista em genética médica e coordenadora da conferência Dra. Renata Minillo.

De acordo com a médica, os testes genéticos cooperam para a produção de novas opções de fármacos para depressão e ansiedade. “Ao elencarmos quais genótipos respondem a cada tipo de tratamento, será possível criar novas drogas, que propiciem mais eficácia e menores efeitos colaterais, que hoje são uma das grandes queixas do uso de medicamentos para tratamento dessas patologias”, conclui. (Com informações da Advice Comunicação Corporativa – 20.9.18)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Whitebook of Brazilian laboratory diagnosis

Download here!

Livro Branco

Faça o download abaixo!